A ecocaçamba

Wisewood aditiva marketing ao negócio da reciclagem

504
Maia: caçambas para refugo deixadas em clientes.
Maia: caçambas para refugo deixadas em clientes. Apesar do glamour da atividade, os recicladores em geral estão para ações de marketing como uma destilaria para um bafômetro. Uma das pioneiras no Brasil em compostos de madeira e plástico recuperado, a Wisewood reage à crise decidida a quebrar esse paradigma com um punhado de sacadas desenhadas para cavar um fosso entre os resultados de 2015 e os próximos balanços. Uma das vias para virar o jogo passa pela questão do suprimento de matéria-prima com regularidade. “2015 abriu com demanda em alta e muita oferta de sucata, mas fechou com grande escassez e procura intensa para se substituir os chamados materiais prime, caso de chapas de estruturas alveolares de polipropileno (também conhecidas

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorDedicação dá nisso
Próxima matériaNa boca do ciclone