Refugo de PET no rumo da revirginização

Unilever, Indorama e loniga avaliam tecnologia para viabilizar o círculo virtuoso do poliéster

PET

Zênite do idealismo da economia circular, a revirginização de PET descartado é o objeto de desejo da recém-constituída parceria entre duas forças holandesas, a Unilever e a startup Ioniga, e a petroquímica tailandesa Indorama, nº1 global no poliéster. Conforme foi divulgado de forma concisa, a Ioniga criou tecnologia para quebrar as moléculas da sucata de PET, livrando-as de contaminantes como as cores das garrafas, e conduzi-las à condição de material com a mesma qualidade da resina zero km com grau alimentício.

Aprovado em corrida piloto, o método patenteado começa a ser avaliado em escala industrial e, segundo foi assegurado à mídia, a revirginização de PET pode repetir-se indefinidamente.

A Indorama faz coro com a Unilever e Ioniga no enaltecimento desse círculo virtuoso da sustentabilidade e não se pronunciou a respeito da sinuca implícita no invento da startup para o futuro da produção de PET virgem.