Ed. 613 – Abril 2015

Veja o PDF da edição Somos duros na queda Não creio que essa recessão enfraqueça, irremediavelmente, o potencial de crescimento do Brasil. Vejo, sim, a necessidade urgente de efetuarmos ajustes na condução da economia. Ela deve ter como foco principal o aumento da competitividade das empresas brasileiras com base na referência do mercado global. Já passamos por diversas crises e planos econômicos e, ainda […] Vai passar Com ajuste fiscal e corte de custeio do governo, 2016 terá inflação controlada e PIB positivo, confia o presidente da Braskem. Impróprio para cardíacos A intensa valorização do dólar ante o real tende a melhorar as exportações de transformados plásticos e conter a entrada de importados. Contudo, devido ao expressivo aumento de custos

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorSomos duros na queda
Próxima matériaUm chega pra lá na caixinha