BOPP busca na Páscoa refúgio da crise

Ovos de chocolate decidem o balanço anual do filme biorientado

ovosChocolates e confeitos mobilizam, em projeções setoriais arredondadas, 25% do consumo brasileiro  do super ofertado filme biorientado de polipropileno (BOPP). Neste compartimento, a Páscoa, agendada para 16 de abril próximo, é o senhor dos anéis das vendas anuais. Trata-se de um reduto de musculatura sarada: mesmo em recessão sem trégua, o Brasil permanece o quinto mercado mundial de chocolate, com consumo médio per capita de 2,5 quilos. Em 2016, o movimento pascal emitiu reflexos do poder aquisitivo em queda livre, a exemplo do contestado estratagema, adotada por determinas marcas fortes, da redução do peso dos ovos desacompanhada da correlata diminuição do preço do produto. Ainda assim, as vendas negaram fogo: a produção no ano passado fechou em 14.300 toneladas de chocolate para a Páscoa contra 19.700 aferidas no período anterior. Para a campanha deste ano, os fabricantes acenam com a subida à prateleira de 120 lançamentos em ovos contra 147 em 2015 e a oferta de produtos mais acessíveis está na ordem do dia, visando manter vivo o costume nacional de dar ovos durante a festividade. Segundo pesquisa do Ibope, uma parcela de 63% da população presenteia com chocolate durante a Páscoa.

Sem comentários

Leave a Reply