Abimaq: prejuízos acumulados com a desindustrialização

Mercado de máquinas e equipamentos encolhe 50% desde 2013

O setor brasileiro de máquinas para transformação de plásticos nunca primou pela transparência nos números. Mas um indício das nuvens pesadas sobre ele vem à tona de estudo recém trombeteado pela Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Conforme foi informado à mídia, o atual faturamento mensal, no vermelho há quatro anos, equipara-se a 50% da receita aferida no mesmo período em 2013 e, para engrossar o caldo, o setor já fechou 90.000 postos de trabalho desde então, nas pegadas de reveses como o recuo de 18% para 11% amargado pela indústria de transformação em sua participação no PIB. Apesar dos pesares, a Abimaq mantém a expectativa de fechar 2017 com faturamento empatado com o do ano passado, na casa de R$66 bilhões, apesar de entraves como a queda de 7% nas vendas do setor de janeiro a maio último.

Sem comentários

Leave a Reply