Voltou a ter sinal

As compras de produtos elétricos e eletrônicos estão saindo do acostamento. É a imagem em alta definição da virada do jogo num filão visceral para componentes de plásticos de engenharia

O Brasil presencia queda de juros e da inflação, moeda estável, leve recuo no desemprego e alguma reação no consumo, acionada também pela liberação do FGTS e pelo pagamento do 13º salário. Mas o dramático déficit fiscal só cresce e a disposição do governo de atacá-lo com cortes nos gastos e reformas com a profundidade necessária se enfraquece à medida que as eleições de 2018 se avizinham. Fora autopeças, o principal mercado de peças técnicas de plástico é ditado por componentes para produtos elétricos e eletrônicos e a pergunta de US$ 1 milhão para os universitários é esta: essas perspectivas sob neblina ameaçam a reação enfim captada nas vendas do primeiro semestre após os últimos anos no vermelho? “Os excelentes números da área eletrônica ligada ao consumo demonstram que o mercado está ressurgindo”, garante em depoimento a Plásticos em Revista Humberto Barbato, presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). “A expectativa do setor é de que o segmento elétrico, dependente de investimentos (em geração, transmissão e distribuição de energia), comece a ter resultados positivos a partir de 2018. Isso deverá fazer com que tenhamos um desempenho mais uniforme no próximo ano”, confia o dirigente. “O quadro político permanece no radar das empresas. Nesse sentido, é preciso manter diálogo constante com a classe política, principalmente com os principais candidatos às eleições, demonstrando a importância do setor para o desenvolvimento do país”. O otimismo de Barbato não tem lastro. Sondagem conjuntural do mês de setembro feita pela Abinee em

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR