Uma injeção de ânimo

Interplast 2016 afasta o baixo astral com tecnologia e balcão de negócios

Interplast: vitrine da transformação do Sul.
Perto de 1.000 indústrias transformam em torno de 1 milhão de t/a de resinas em Santa Catarina, indicadores que inserem o Estado na linha de frente do setor plástico nacional. A essas credenciais devem ser somados os poderio da transformação gaúcha e paranaense para acentuar a relevância da Interplast 2016 como a vitrine do setor no Sul, status este ano agigantado pelo fato de não haver no calendário outra mostra da cadeia do plástico no país.Daí o afluxo de mais de 400 expositores ao pavilhão de 21.000 metros quadrados em Joinville, na edição do evento agendada para o período de 16 a 19 de agosto próximo. Na entrevista a seguir, a magnitude alcançada pela Interplast 2016 é dissecada pelo seu

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório