TVs: expectativa de gol de placa nas vendas este ano

Previsão é azeitada pela Copa do Mundo, apagão analógico e melhora do poder aquisitivo

Para a economista Monica De Bolle, apenas o mercado financeiro comemora a debilidade da retomada econômica, enquanto o cidadão comum ainda tenta resgatar algum senso de confiança nela. Uma oportunidade de pôr à prova esta assertiva vira do desempenho este ano de um flanco de bens duráveis prezado por peças injetadas de plásticos de engenharia, em especial o blend de policarbonato PC com copolímero de acrilonitrila butadieno estireno (ABS).

Pelos sensores das consultoria GFK, as vendas internas de televisores rumam para fechar 2018 com portentoso crescimento de 22%, na garupa da Copa na Rússia, a ensaiada recuperação da renda e o apagão analógico esperado nas últimas regiões ainda desprovidas de sinal digital. No ano passado, divulga a consultoria, foram vendidas no país 10,4 milhões de unidades de televisores, salto de 20% sobre 2016 e embalado pela magna expansão de 69% na comercialização de TVs 4K. Apenas a Copa do Mundo, distingue a GSK, deverá responder por expansão de 8% no movimento projetado para o exercício atual.