Basf
Planejamento de longo prazo é uma daquelas expressões tão ao gosto do empresariado que virou bordão entre grandes companhias para justificar qualquer investimento. No entanto, como disse o ex-ministro Pedro Malan, no Brasil até o passado é incerto e o balde de água fria que nossa realidade costuma despejar nas previsões volta e meia atropela, para o bem ou para o mal, a aritmética sem pátria dos planejadores. Embora ultra calejada com o país, a Basf acaba de mostrar os efeitos da lógica não ter o hábito de corresponder aos fatos por aqui, ao anunciar o fechamento da fábrica de polimerização e aditivação de poliamida (PA) 6 que ela geria há apenas três anos em São Bernardo do Campo, Grande

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorTendências engarrafadas
Próxima matériaCristina deu nisso