Self service digital

Liv UP cresce como ponto fora da curva no nicho de comida pronta congelada

Embalagens: laminado com camadas de BOPP, PA e PE.
Em sua caça ao maior valor agregado, indústrias de alimentos industrializados depositam fichas em refeições congeladas e resfriadas a vácuo, à venda nos supermercados. É um maná para laminados flexíveis, postos cara a cara agora com novas diretrizes para desenvolvimentos pela simbiose da comida pronta com a internet. É o que prenuncia a escalada iniciada em 2016 pela startup Liv Up, um ponto fora da curva nesse contexto, devido ao menu no site, com mais de mil opções de alimentos saudáveis congelados para o internauta montar seu prato pago on line com cartão de crédito e entregue no dia seguinte. Na entrevista a seguir, Henrique Castellani, um dos fundadores e sócios da Liv Up descreve a bem sucedida operação e a relevância das embalagens para preencher as expectativas da clientela regida pela nova geração. Como dimensiona o crescimento do negócio da Liv Up? Em 2017 a empresa faturou R$ 6,5 milhões e atendeu mais de 4.000 clientes. Para este ano, o objetivo é quadruplicar a receita, o que equivaleria a cerca de 1.100.000 refeições vendidas. Quais as condições de atuação geográfica e como viabilizá-las com uma única cozinha industrial sediada na capital paulistana? A Liv Up atua na capital de São Paulo, Grande São Paulo, cidade do Rio de Janeiro, Niterói e Belo Horizonte. Nossa cozinha central nos possibilita garantir o alto padrão de qualidade dos nossos produtos e facilitar a compra de orgânicos de pequenos produtores rurais familiares. Eles estão pulverizados pelo Brasil e nossa cozinha central viabiliza a

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR