Rumo ao aterro do passado

Reciclagem atual será despachada pela Indústria 4.0 ao obsoletismo

A reciclagem de plásticos capta à perfeição a necessidade da educação continuada, ou seja, de permanente reciclagem de conhecimentos, determinada às linhas de produção por esse conceito divisor de águas denominado Indústria 4.0. Paulo Franciso da Silva, diretor comercial e de desenvolvimento da Neuplast, formador de opinião na recuperação de resinas no Brasil, sintetiza a reviravolta já em curso no I Mundo com uma metáfora. “Temos hoje uma boa equipe de pilotos de 4X4 Off Road, mas estão sendo introduzidos carros monopostos tipo F1, cujas técnicas de pilotagem, exigências e reações são muito diferentes. Para lidar com eles, precisamos treinar todo o time da escuderia”. A Indústria 4.0 escancarou um fosso entre a reciclagem no Brasil e a vanguarda de

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório

VEJA +