Reciclagem: Tomra introduz tecnologia laser na triagem

Sensores inovadores aprimoram a precisão na separação de refugos recuperáveis

Locomotiva da automação na triagem de resíduos plásticos recicláveis no Brasil, mediante gradual introdução de sua tecnologia de sensores substitutos da separação manual, a escandinava Tomra Sorting Recycling tira um novo ás de sua manga sob a denominação Autosort Laser. Trata-se de uma série de máquinas concebida para exercer a triagem por sensores baseados em tecnologia laser e adequada à seleção de vidro, cerâmica, pedras, metais e plásticos de resíduos domiciliares e comerciais. As capacidades dos modelos ofertados, sustenta a Tomra, permitem que as plantas de reciclagem possam recuperar volumes ainda maiores e, por tabela, reduzir assim a quantidade de sucata dada como inaproveitável e remetida aos aterros. A tecnologia a laser, conforme anuncia a Tomra, se distingue pela combinação de sensores capaz de detectar com maior grau de precisão as propriedades técnicas do material submetido à triagem e, portanto, seleciona as frações recuperáveis  de forma mais eficiente.