Petroquímica: a nova investida de ExxonMobil e Sabic nos EUA

Projeto no Texas contempla cracker de eteno e unidades de MEG e PE

Convictas de que a demanda global absorverá sem sobressaltos o excedente norte-americano de polietilenos (PE), cuja entrada gradual em cena começa no próximo semestre, Exxon Mobil e Sabic já acenam com joint venture flertando com a montagem de um complexo petroquímico no Texas. Orçado em US$10 bilhões e programado para ocupar  526 hectares no condado de San Patricio, com acesso direto ao porto de Corpus Christi, na orla do Golfo dos Estados Unidos, o empreendimento será puxado por um cracker de etano talhado para gerar 1.8 milhão de t/a de eteno, destinado a alimentar uma unidade de monoetilenoglicol (MEG) e duas plantas de PE. Na escora do aporte dos recursos, cintilam a disponibilidade exuberante de gás natural, mão de obra qualificada e a plataforma sob medida para exportações marítimas.

Sem comentários

Leave a Reply