Periféricos: Piovan planeja montar fábrica na Índia

Unidade deve partir em 2019 para fortalecer operação na Ásia

Previsões de tempo firme para as vendas na Ásia levam a italiana Piovan, cinturão de ouro mundial em periféricos e com unidade no Brasil, a selecionar a Índia para sediar sua oitava fábrica. Anunciado à imprensa pelo diretor comercial Peter Dal Bo, o plano envolve a montagem, até o final de 2019 de uma planta de equipamentos auxiliares de cunho básico ao sul de Chennai ou em Mombai, onde já conta com escritório comercial. Dal Bo projeta a partida da fábrica daqui a um ano e meio e estima o mercado indiano de periféricos para plásticos em 50-100 milhões de euros anuais, evoluindo à média de 8-10% ao ano. No momento, delimita o executivo, a Piovan fatura na casa de dois milhões de euros na Índia e a futura fábrica deverá fortalecer a operação da empresa no país como centro de serviços para mercados asiáticos como o Oriente Médio.