Passou do ponto

Carne fraca contamina o marketing da Melissa

Em reportagem intitulada Onda Verde, publicada em 2 de abril último no jornal “O Estado de S.Paulo”, Raquel Metz Scherer, gerente de marca e produto da Melissa, marca calçadista da empresa Grendene, enaltece a pegada vegana do seu novo selo “100% Real Plastic” com a seguinte declaração: “Tínhamos quatro elementos químicos usados na fabricação do PVC que eram de origem animal e foram substituídos pelos de origem vegetal”. Aos fatos: a cadeia da produção de PVC envolve dicloroetano, cloreto de vinila e, enfim, o polímero: policloreto de vinila (PVC). Não há a menor sombra de bicho algum, atesta a ciência da Química, nos meandros desta sequência de ingredientes. Em frente: PVC é um polímero que, para ser processado, requer o

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorSem açúcar e sem afeto
Próxima matériaEd. 634 – Março 2017