O mestre das obras

Joaquim Caracas eleva o andaime do plástico na construção civil

“Invenção é inovação com nota fiscal”. Ao cunhar essa definição na mídia, Joaquim Antônio Caracas soltou uma pista para a missão impossível: desvendar o modo de pensar que granjeou-lhe a reputação de uma incubadora de idéias em movimento constante. A frase do engenheiro civil embute a visão pragmática que acompanha suas sacadas desde a infância, quando transformava latas de querosene em apanhadores de lixo para vender, até hoje, como autor de uma bateria de patentes que deu nome e asfaltou a estrada da empresa há 20 anos presidida por ele, a cearense Impacto Protensão, divisora de águas do uso do plástico na construção civil. Em 2014, sua carteira de clientes já perfilava 400 nomes e, na vitrine das obras recentes,

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório