O day after da Braskem sem Petrobras

493
José Ricardo Roriz Coelho
José Ricardo Roriz Coelho Uma pergunta para José Ricardo Roriz Coelho, presidente da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast). PR – Ao colocar à venda sua participação na Braskem, a Petrobras, atolada em dívidas e escândalos, praticamente oficializa sua retirada da petroquímica brasileira, depois de tanto ter investido para voltar a ela após o processo de privatização. Como essa ausência da única fonte local de matéria-prima (nafta e gás) pode afetar a trajetória daqui por diante da petroquímica brasileira e da sua cadeia do plástico? Roriz – Numa avaliação preliminar, vislumbramos que uma saída da Petrobras da composição acionária da Braskem pouco impactará a forma de negócios ou precificação hoje feita com os transformadores. Exercendo a Odebrecht o seu

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório