Ninguém nasce sozinho

Defasagem em moldes não cede sem representatividade forte do setor

573
Paulo Braga de Melo, executivo da VW do Brasil, soltou os cachorros em evento da Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais (Abinfer) realizado em julho último no ABC paulista. Na ocasião, ele martelou a necessidade de as matrizarias nacionais investirem na qualificação de pessoal e modernização de processos. Reiterou que as europeias e asiáticas acenam com custos e prazo de entrega inferiores aos daqui e afirmou que sua montadora importa moldes de injeção, a exemplo dos destinados a pára-choques, por não achar fornecedores locais à altura. Procurada por Plásticos em Revista, a VW proibiu Melo de falar. Do lado dos criticados, Christian Dihlmann, presidente da Abinfer, põe os pingos nos iis a seguir. Dihlmann: falta uma política industrial estável. PR

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorSeparação amigável
Próxima matériaUm ás na manga