Ninguém derruba

A invejável resiliência dos biscoitos às mordidas da crise

Entre mortos e feridos na cadeia alimentar, os biscoitos, pátria adotiva das embalagens de polipropileno biorientado (BOPP) não podem se queixar. A salvo do vermelho generalizado nos balanços desses tempos bicudos, as projeções preliminares para 2015 materializaram as expectativas traçadas pelos fabricantes ao início do mesmo ano. “Tudo indica que

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório

VEJA +