MEG para PET

Uma pergunta para Camila Faustini Andrade, Gerente Comercial EO e Glicóis da Oxiteno

Camila Faustini Andrade PR – Comenta-se na cadeia de PET que a Oxiteno deixou de fornecer monoetileno glicol (MEG) para a produção nacional do poliéster. Procede a informação? Camila – Apesar de não ser o mercado principal de atuação da Oxiteno que, recentemente, vem investindo mais forte em tensoativos, continuamos fornecendo MEG para a produção nacional de PET, sem alteração significativa de fornecimento nos últimos anos. Temos uma relação de longo prazo com esse setor. Como a Oxiteno é única produtora de MEG no Brasil e a maior na América do Sul, sabemos da importância dessa matéria-prima para o mercado de PET e, apesar não termos planos de investimento, dispomos no polo baiano de Camaçari de capacidade suficiente para atender

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório

VEJA +