Marketing ensaboado

GR se amolda aos efeitos da crise em produtos de limpeza

Domissanitários da GR: equilíbrio delicado entre valor agregado e poder aquisitivo.
Dona de marcas consideradas sinônimos de suas categorias de produtos no Brasil, a exemplo de Barra e Faísca, a GR Higiene & Limpeza, sediada em Nova Iguaçu,Baixada Fluminense, é um termômetro do consumidor de um setor obrigatório no orçamento doméstico de todas as classes. As mudanças forçadas pela crise e seu impacto sobre essas embalagens dominadas por polietilenos polarizam esta entrevista do gerente nacional de vendas Alexandre Ribeiro da Cruz. Ribeiro: embalagens rígidas ameaçam flexíveis. PR – Como a recessão afeta suas linhas e qual o produto carro-chefe? Ribeiro – O mix da GR é comercializado no Rio, Bahia, Recife, Espiríto Santo, Minas Gerais e São Paulo por meio das marcas Barra (limpeza doméstica), BioBrilho (limpeza doméstica de alto padrão), Bica (cuidados com a roupa), Faísca (removedores), Pelouche (amaciantes) e Astra (limpeza pesada, descartáveis e acessórios). Com a recessão e tantos outros acontecimentos, todas as linhas sofreram alguma mudança. O consumidor não tem se mantido fiel à sua marca de preferência; busca economizar cada vez mais e optar por novas marcas. Isso acaba afetando as marcas de maior custo/ benefício. É o caso de linhas de maior valor agregado, como o Removedor Faísca e os sabões de coco Barra, este um produto nobre que ocupou o 4º lugar nível Brasil no ranking de vendas da “Revista Super Hiper”. Contudo, o cenário tem nos dado a oportunidade de mostrar produtos de qualidade a preço acessível como os das linhas Barra e BioBrilho. Assim, tivemos aumento de vendas nas linhas de menor

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório