Indústria brasileira paga 7ª tarifa de energia mais cara do mundo

Estudo da Abradee fixa em US$119 MW/h o custo médio em vigor no país

fioA Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) serve na bandeja um argumento de venda tiro e queda para a venda de máquinas de ponta para a transformação de plástico, todas com o chamariz da economia de eletricidade. Segundo divulga estudo da entidade, a tarifa de energia paga pela indústria do Brasil é a sétima mais cara do planeta. O levantamento foi baseado na taxa de câmbio média de 2015 e revela que 63 distribuidoras de energia no país cobram a tarifa média de US$ 119 por megawatt-hora (MW/h) do  setor industrial, com carga tributária de 7%. O ranking da Abradee tem a Itália no topo, com custo para a indústria de US$ 263 MW/h acoplado a impostos de 40%. O estudo da entidade não esquadrinha os preços da energia praticados no mercado livre, sujeitos a maiores variações e mais acessíveis que as tarifas das distribuidoras.

Sem comentários

Leave a Reply