Honeywell separa negócio de poliamida

Concorrência chinesa levou à decisão de spin off

tesouraPetroquímicas chinesas já provocaram a debandada de vips ocidentais de plásticos de engenharia como copolímero de acrilonitrila butadieno estireno(ABS). A fila anda e tudo indica ser a vez agora dos tipos mais convencionais de poliamidas (PA). A constatação parte da justificativa trombeteada pela norte-americana Honeywell International para constituir empresa à parte de sua estrutura (spin off), cognominada Advan Six, para abarcar seus negócios de PA 6 e filmes a partir do ano que vem, quando se espera que esta cisão esteja concluída. Conforme divulgaram os porta-vozes da Honeywell, a decisão envolve, na esfera de PA 6, uma receita da ordem de US$ 312,4 milhões em 2015.Mas o faturamento antevisto para a Advan Six será mais avantajado, pois, além de agregar a área de filmes, assumirá o leme de um intermediário para poliamidas, a capacidade de caprolactama, fora insumos como sulfato de amônia, fenol, acetona e ciclohexanona. Referência mundial em PA 6, a Honeywell informou ter transposto o negócio para a Advan Six  devido à guinada sofrida no cenário do polímero e caprolactama nos últimos cinco anos.Ao longo desse período, produtores chineses entram em campo e hoje respondem por 43% da capacidade global de PA 6 versus 23% em 2010. O aumento da produção e a guerra de preços abateram em pleno voo as margens históricas do negócio, alegam em comunicado os dirigentes da Honeywell para explicar sua retirada da área. A Honeywell não está sozinha nessa debandada. Sua rival holandesa, a Royal DSM NV, vendeu em agosto passado a um fundo privado de investimentos  a participação societária de 65% no controle de duas de suas subsidiárias, responsáveis pelas atividades de poliamida e caprolactama, transação justificada com a reposição do foco da companhia em negócios mais rentáveis. Por seu turno, o grupo belga Solvay já tornou pública a decisão de vender a atividade de poliamidas 6 e 6.6, trazida ao seu portólio quando adquiriu a Rhodia, e que inclui uma unidade de polimerização de PA 6.6 e compostos de PA 6 e 6.6 na Grande São Paulo.