Embalagens inteligentes: entenda esta revolução a caminho do Brasil

Junção dos plásticos com TI e Internet das coisas, a tecnologia será apresentada no 7º Seminário Competitividade

A tentadora embalagem de salmão desta foto já desembarcou em freezers de supermercados alemães. É mais uma prova de que o mar está pra peixe entre as chamadas embalagens inteligentes. Seu rótulo com indicador cronometrado agarante a segurança do pescado trazido da loja ao lar. O pulo do gato chama-se Fresh Meter, marca das tecnologia OnVu patenteada pela alemã Bizerba. Ela utiliza tinta “inteligente” termossensível para informar a mudança de cores no indicador do rótulo (ver seta) à medida que a deterioração do salmão progride. Simbiose dos plásticos com TI e Internet das Coisas, a prevista revolução no comércio e consumo deflagrada pelas embalagens inteligentes será descortinada em palestras e debate no 7º Seminário Competitividade, realização de Plásticos em revista e a Abiplast – Associação Brasileira da Indústria do Plástico em 14 de setembro próximo em São Paulo.

Para inscrições e maiores informações sobre o 7º Seminário Competitividade: