Com água pelo pescoço

Nem os salões de beleza se safam da crise, percebe a Dompel

Pela primeira vez em 23 anos, as vendas de produtos de beleza caíram em 2015. O recuo imposto pela recessão foi de 6% sobre no balanço de 2014 e, até segunda ordem, o sentimento no ramo é de que 2016 caminha para ser o segundo ponto fora da curva. Em

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório

VEJA +