Bioplásticos: mercado global com viés de alta

USDA prevê consumo de 7,9 milhões de toneladas daqui a três anos

milhoO mercado mundial de bioplásticos sempre foi um bazar de miudezas, mas algo pode mudar, deixa no ar a recém chegada avaliação anual de impacto econômico da entidade  norte-americana U.S. Biobased Products Industry (USDA). Pela lupa do estudo, resinas lastreadas erm fontes renováveis mobilizam apenas 2% da produção mundial de termoplásticos, mas, em contrapartida, este nicho tem sido vitaminado pela inovação em desenvolvimentos e embalagens como as garrafas do material já despontam nos EUA entre os sete maiores setores usuários de biomateriais cobertos pela USDA. Em 2014, o consumo global de bioplásticos foi estimado em 1,7 milhão de toneladas e a expectativa é de que o volume pule para 7,8 milhões em 2019, a cavaleiro do alastramento do culto do desenvolvimento sustentável. Para ajudar a materializar esse intento, a relatório da USDA  recomenda ao governo dos EUA tornar-se cliente regular de bioprodutos em geral.