Belo horizonte

Todo mundo quer o Brasil antevisto pela Plastipak

Mota: vento a favor em mercados mais exigentes. O raio da crise cai sobre todo o mercado de PET, mas a voltagem do choque varia conforme o produto envasado, uma diversidade salvadora para o balanço da Plastipak Brasil, subsidiária da norte-americana Plastipack, dona de faturamento global na estratosfera de US$

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório

VEJA +