Tão incomum quanto emitir relatórios anuais de sustentabilidade é uma transformadora de plástico ser vista como musa inspiradora em termos de política de recursos humanos (RH). Em ambos os casos, reluz a catarinense Termotécnica, bússola do setor de poliestireno expandido (EPS), e o mais recente polimento nessa imagem foi dado pela inserção da empresa num tipo de ranking em geral considerado uma sala de estar para múltis e maiorais nacionais: o guia 2014 “As melhores empresas para você trabalhar”, da revista “Você S/A”. Integrada do EPS às embalagens e peças técnicas e com sede em Joinville, uma fábrica filial em Santa Catarina, uma no Rio Grande do Sul, uma no Paraná, duas em São Paulo, uma em Goiás  e uma em Pernambuco, a Termotécnica totalizou 1.226 empregados, com oito anos em média de casa, à época do levantamento nacional para o guia. O pente fino mimoseou a indústria presidida por Albano Schmidt com índice de 60,9 relativo à qualidade na gestão das pessoas e seus funcionários a contemplaram com 75,5 no quesito de qualidade de ambiente de trabalho, desembocando na nota final de 71,1 para o denominado índice de felicidade no trabalho. Em momentos como o atual, da economia brasileira no estaleiro, a serventia de uma política de RH mostra-se particularmente providencial, ilustra a estratégia da Termotécnica. “O papel da liderança tem sido fundamental para não deixar a peteca cair”, expõe a gerente de gestão de pessoas Clea Biscaia. Em reuniões mensais de divulgação de resultados, a cúpula informa a

 

Para continuar lendo cadastre-se gratuitamente.

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.
Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo.

 

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR