Navarro e Goerigk: isolamento térmico e acústico justificam preço dos perfis de vinil.
Os dados para a construção civil este ano não são animadores. O Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (Sinduscon-SP) projeta estagnação do setor, enquanto a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) estima redução do faturamento de seus associados. Alheia à depressão sugerida por esses números, a unidade brasileira do grupo alemão Rehau comemora expansão das vendas de seus perfis de PVC em 2014. O aumento estará em linha com o avanço geral do mercado de esquadrias vinílicas, situado entre 25% e 30% ao ano, taxa aferida desde 2009, confirma Thomas Goerigk, gerente de vendas técnicas da empresa no Brasil. Em sua planta em Cotia (SP), a Rehau produz fitas de borda para a indústria

Conteúdo restrito a assinantes e cadastrados.

Se você já é usuário, faça login.
Novos usuários podem se cadastrar abaixo gratuitamente.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
COMPARTILHAR
Matéria anteriorForça concentrada
Próxima matériaContinua tentador