A.Schulman lança poliamida para impressão 3D

Composto PA6-12 T para filamentos estreia em 2018 nos EUA

A impressão 3D pode ser ainda um brilho nos olhos dos transformadores, mas o reduto de matérias-primas não brinca em serviço. Componedora do primeiro time global em masters e especialidades, a norte-americana A.Schulman engatilha para o primeiro trimestre de 2018 a oferta nos EUA de seu primeiro material talhado para filamentos 3D. Em parceria divulgada na mídia com a francesa ProdwaysTechnologies, a empresa lança o grade de poliamida PA 6 -12T, composto com teor não revelado de fibra de vidro para impressão de peças técnicas de maior dureza, rigidez e resistência a altas temperaturas de processo dessa ferramenta de manufatura aditiva.PA6-12T é apresentado como alternativa para escantear PA12 na sinterização seletiva a laser. Trata-se, em essência, de uma técnica que emprega raio laser para fundir, de forma seletiva, materiais em pó como poliamida. Partindo de um arquivo desenhado por computador através de software de engenharia, este modelo 3D começa a ganhar forma quando enviado para o equipamento impressor e abre a possibilidade de produzir peças em lotes. A tecnologia de adição de material por laser tem, segundo divulga a A.Schulman, condições de gerar peças de geometrias complexas com flexibilidade de design e manufatura em grau superior ao disponível no processo tradicional de injeção. Pelas mãos da Prodways, a comercialização de  PA6-12T já começou na Europa.