A parceria da Borealis e Biesterfeld no Brasil

Meta é vender compostos de PP a todos os setores industriais

554

parceriaA petroquímica austríaca Borealis, referência europeia em poliolefinas, e a Biesterfeld Plastic GmbH, distribuidora alemã de plásticos e borrachas, põem campo desde janeiro um acordo de cooperação no Brasil. O foco é aumentar a participação de mercado para os compostos de polipropileno produzidos pela Borealis Brasil S.A em sua unidade com capacidade de 60.000 t/a em Itatiba, na Grade São Paulo.

Até a formalização dessa parceria com o varejista europeu, a coligada brasileira  da Borealis, que tem a Braskem como acionista minoritária, se notabilizava no reduto nacional de especialidades plásticas por vendas diretas e concentradas em aplicações de seus compostos, em essência, no reduto automotivo. Projeção da empresa divulgada em 2014 situava a capacidade brasileira de compostos de PP na órbita de 180-200.000 t/a e constava queda de 10% no consumo de dois anos atrás, recuo seguramente reprisado  em 2015, quando a venda de veículos retrocedeu aos níveis de 2007,segundo a  Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).  Em meio a essa  zona de turbulência para materiais de engenharia, a parceria da Borealis Brasil com a Biesterfeld Simko Distribuição Ltda visa  abrir o leque de cobertura do mercado. Ou seja, desbravar oportunidades para compostos de PP em  todos os setores da indústria, além de afiar a  eficiência no atendimento aos clientes.